Ajuda por fav Represente os cruzamento abaixo e defina o fenótipo dos descendentes: A) RREe x rrEe B) RrEe x Rree C) RrEe x D) RrEe x RrEe

2 Respostas

Resposta de: ,

resposta:

seriam as   celerados e muito fortes

explicação:

a pessoa estaria em desses perro   e o nosso corpo sabe que ficar muito em apuros não   e melhor opção   para   o corpo e a alma e ele sabe que isso não é normal então avisa que é melhor sair daquela situação e taus espero ter ajudado   : )

Resposta de: ,

resposta:

ingestão de proteínas porque a ureia é formada a partir do metabolismo proteico, então quanto mais proteina você ingerir, maior será a quantidade de ureia.

Resposta de: ,

resposta: microrganismos envolvidos no tratamento

ficou evidente que o tratamento biológico de esgoto e efluentes envolvem microrganismos em todas as etapas. os principais tipos de microrganismos na estabilização aeróbica de efluentes são bactérias, algas, protozoários e metazoários.

explicação: bactérias

dos quatro grupos de organismos comumente encontrados em sistemas biológicos aerados, as bactérias são os principais agentes de remoção da poluição dissolvida nos efluentes líquidos. tratam se de organismos unicelulares microscópicos com tamanho de 0,5; 6,0 mm.

bactérias podem ser visualizadas ao microscópio em forma de bastonetes, cocos, espirais, vírgulas ou até formas apresentando apêndices. elas são os verdadeiros trabalhadores no processo de lodos ativados, somando aproximadamente 95% dos sólidos numa ete de lodos ativados.

bactérias adsorvem os sólidos suspensos e dissolvidos do efluente e produzem enzimas que degradam estas substâncias em fragmentos que possam ser assimilados pelas células. estes fragmentos finalmente são absorvidos pelas células e servem como nutrientes para promover o crescimento das bactérias.

é importante diferenciar basicamente 3 tipos de bactérias: bactérias em suspensão (bactérias livres), bactérias formadoras de flocos e bactérias filamentosas.

a – floco denso e bem formado;

b – floco aberto (observe os filamentos saindo do floco);

c – floco com ponteamento.

algas

são plantas microscópicas unicelulares autotróficas, usando como fonte de alimento a energia solar e nutriente inorgânicos, como amônia, nitrato e fosfato solúvel. são bastante comuns em sistemas de lagoas facultativas e aeradas, porém, raramente podem ser vistas em sistemas de lodos ativados.

a energia da luz solar é usada para transformar dióxido de carbono, nitrogênio e fósforo em biomassa. neste processo fotossintético, o oxigênio é liberado na água com produto descartado. na ausência da luz (à noite), estes organismos reutilizam parte de sua energia estocada e do oxigênio produzido para manter as suas funções vitais.

algas fornecem a maior parte do oxigênio necessário em processos de estabilização do efluente em valos de oxidação. por outro lado, o desenvolvimento maciço de algas em lagoas pode levar à turbidez e valores de ph elevados na saída do tratamento.

protozoários

protozoários podem ser considerados animais unicelulares (com a exceção de alguns flagelados fotossintetizantes). a função mais importante deles é a clarificação do sobrenadante. santos (2006, p.39) descreve que: os organismos alimentam- se principalmente das bactérias livres e de fragmento de flocos (flocos de ponta de agulha = flocos “pinpoint”), ambos causando turbidez porque não sedimentam no decantador secundário. em seguida serão discutidos os principais integrantes dos lodos ativados.

micrometazoários

este grupo engloba todos os organismos multicelulares com característica de crescimento mais devagar. eles são encontrados em sistemas de lodos de idade elevada, onde eles têm uma chance de se manter. a complexidade de sua estrutura celular os deixa mais suscetíveis a impactos ambientais, sendo estes os indicadores de efluentes estabilizados e com baixa toxicidade. representantes deste grupo são os rotíferos, nematóides, aelosoma, tardígrades e até algumas espécies de microcrustáceas.

Resposta de: ,

são campos petrolíferos e de gás natural, encontrados no mar de ross em 1973.