História,
Atividade sobre os portugueses na América: conquista e colonização: Orientação: Elaborar significados bem completos para os termos a seguir:
1) pau-brasil
2) escambo
3) feitorias
4) capitanias hereditárias
5) carta de foral
6) governo-geral
7) câmaras municipais
8) homens-bons
9) resgate
10) guerra justa
11) missões
12) descimento
13) engenhos
14) senzala
15) casa-grande
16) senhores de engenho
17) lavradores proprietários
18) lavradores arrendatários
19) feitor
20) mestre de açúcar

POR FAVOR ME AJUDE

2 Respostas

Resposta de: ,

1-O pau-brasil ou pau-de-pernambuco, também chamado arabutã, ibirapiranga, ibirapitá, ibirapitanga, orabutã, pau-de-tinta, pau-pernambuco e pau-rosado, é uma árvore leguminosa nativa da Mata Atlântica, no Brasil

2-substantivo masculino Troca de mercadorias sem que haja uso de dinheiro. [Por Extensão] Qualquer tipo de troca e/ou permuta.

3-Feitoria era um local, fortificado ou não, geralmente próximo a um porto. Funcionavam como entreposto comercial nas colônias das potências europeias na época da expansão marítima.

4-As capitanias do Brasil foram uma forma de administração territorial da América portuguesa, parte do Império Português, pela qual a Coroa, com recursos limitados, delegou a tarefa de colonização e exploração de determinadas áreas

5-Uma carta de foral, ou simplesmente foral, era um documento real utilizado em Portugal, que visava estabelecer um concelho e regular a sua administração, deveres e privilégios.

6-O Governo-Geral foi criado por Portugal em 1548 com o objetivo de centralizar ainda mais a administração colonial.

7-As câmaras municipais funcionavam como ramificações do Governo Geral em toda a colônia.

8-Conhecidos popularmente como “homens bons”, estes vereadores eram pessoas ricas e influentes (geralmente grandes proprietários de terras) da vila, ou seja, integrantes da elite colonial. Somente os integrantes desta elite colonial podiam ser eleitos para exercer o cargo de vereador.

9-?

10-Mais freqüentemente, pelas chamadas "tropas de resgate": expedições que pretendiam resgatar os nativos que estivessem real, ou presumidamente, escravizados por outros. Para justificar o apresamento, nestas duas situações, exigia-se a decretação pelas autoridades locais da chamada Guerra Justa.

11-?

12-?

13-O engenho, a grande propriedade produtora de açúcar, era constituído, basicamente, por dois grandes setores: o agrícola - formado pelos canaviais -, e o de beneficiamento - a casa-do-engenho, onde a cana-de-açúcar era transformada em açúcar e aguardente.

14-As senzalas eram grandes alojamentos que se destinavam à moradia dos escravos nos engenhos e fazendas do Brasil Colônia e do Império do Brasil entre os séculos XVI e XIX.

15-?

16-Os senhores de engenho eram o grupo dominante na sociedade açucareira. Eram os donos das terras, das máquinas e até dos homens! Possuíam muita riqueza e prestígio. Eles tinham poder sobre todos os habitantes do engenho: do padre aos escravos, além dos familiares e dos trabalhadores livres

17-lavradores proprietários são: Pessoas que tem terras e trabalham nelas para tirar seus sustentos

18-arrendatários eram aqueles que obtinham o direito de usar provisoriamente uma propriedade mediante o pagamento ao dono das terras.

19-O cargo de feitor foi criado durante a primeira expedição exploradora, organizada em 1501 por iniciativa da Coroa lusa, comandada por Gaspar de Lemos, que havia retornado a Portugal com a notícia do achamento das novas terras.

20-mestre de açúcar, que controlava o trabalho de beneficiamento do açúcar. ... O ofício mais temido nos engenhos era o de feitor, pois sua função era vigiar e castigar os escravos nos períodos que estes estivessem trabalhando pouco e nos momentos das fugas.

Resposta de: ,
Está localizado no atual iraque entre os rios tigres e eufrates.
Resposta de: ,
Servir como apoio e dar impulso ao montar o animal