Português,
Carta aos pais um menino com a voz tímida e olhar de admiração pergunta ao pai quanto está retornado trabalho papai quanto o senhor ganha por hora o pai no gesto Severo respondeu escute aqui meu filho nem tua mãe sabe não é mole estou cansado mas o filme insiste mas papai por favor fica quanto o senhor ganha por hora e a reação do pai foi menos severa e respondeu r$ 3 por hora então papai o senhor pode me emprestar r$ 1 o pai cheio de ira e tratando filho com brutalidade respondeu então esta é a razão de querer saber quanto eu ganho vá dormir e não me me amole mas estou cansado já era noite quando quando o pai começou a pensar no que havia acontecido e se sentiu e sentiu-se culpado talvez quem sabe o filho precisasse comprar quando carregar sua consciência doida foi até o quarto do menino em voz baixa perguntou filho está dormindo não papai respondeu sonolento o garoto olha aqui o dinheiro que você pediu muito obrigado papai disse o filho levando esse arrête retirando r$ 2 de uma caixinha que estava sobre a cama agora já completei tenho r$ 3 poderia me dar agora uma hora de seu tempo autor desconhecido Pergunta-De sua opinião sobre o texto

2 Respostas

Resposta de: ,
Amanhã cantarei minha música favorita na igreja. (verbo cantar)
sairei com as minhas amigas nesta segunda-feira. (verbo sair)
Resposta de: ,
Não, pois quem finge ser bom a verdade vem atona uma hora, se você tenta fingir ser bom uma hora você é descoberto e a consequência disso pode ser terrível : )
Resposta de: ,
A: o núcleo do sujeito é imigrante
b: membros italianos
Resposta de: ,
"mas"