Psicologia,
A depressão como sendo um estágio do processo de luto é considerada natural e não pode ser confundida com a doença depressão. Qual é a diferença entre ambas? A) depressão como doença só pode ser tratada com medicações. No entanto, a depressão relacionada com o luto é acompanhada com psicoterapia.
B) A depressão como estágio do luto se estingue com o passar do processo de luto e está relacionada diretamente com a perda do ente querido. Todavia, a depressão patológica é de início imperceptível e pode durar anos.
C) A depressão relativa ao luto está relacionada à perda de um objeto de grande estima. No entanto, a depressão patológica não acontece quando se perde alguém.
D) A depressão como doença é considerada crônica. Todavia, a depressão do luto é apenas um estágio pouco significativo para o familiar que perdeu alguém.
E) A depressão patológica e a depressão relacionada ao luto na verdade não apresentam diferenças.

2 Respostas

Resposta de: ,

Com a morte de um ente querido ou muito importante em nossas vidas, é normal que o luto, um processo sentimental que envolve a dor da perda, se instale no nosso dia a dia.

Cada pessoa lida com essa angústia de maneira individual e particular, manifestando seus sentimentos de formas bem distintas, que vão desde crises de choro até o silêncio total.

O luto, em algumas situações pode, inclusive, desencadear distúrbios psicológicos mais sérios, como a depressão, e precisar do auxílio de um psicólogo para o tratamento.

Dizem que a morte é o maior enigma da vida, afinal, não há nenhuma certeza sobre ela. Por isso, perder um filho, irmão, pai ou um amigo especial pode gerar diversos sentimentos, como a inconformidade com a situação, tristeza profunda, desespero e impotência.

Mas, se há um fato sobre a morte que não podemos negar, é: precisamos aprender a lidar com ela.

Resposta de: ,
Não houve descriminação   , pois ele falou que não era apenas a doença , e que o resto da doença não define ele.
Resposta de: ,
Alternativa b. a visão de homem como alguém construído pela história e que também a constrói.